Por que ser um Sobrevivencialista?

Ser um sobrevivencialista é uma necessidade, com o passar do tempo e a evolução da tecnologia, a sociedade se tornou absurdamente dependente de um sistema frágil e complexo que quando falha leva consigo as vidas de muitos que nele confiavam cegamente. Os sobrevivencialistas são pessoas independentes, confiantes e inteligentes que tomam para si a responsabilidade sobre suas vidas, que não aceitam a miserável condição de depender de outros para tudo em todos os momentos de sua existência, mas antes de continuar a expor razões para se tornar sobrevivencialista considero importante expor os problemas de se ignorar este conceito e agir como uma pessoa comum.
Pessoas comuns, especialmente as de cultura ibérica, quando se deparam com informações referentes à como se proteger em situações de emergência e se tornar auto-suficientes acham tudo absurdo, elas foram ensinadas durante toda a sua vida a serem dependentes, a escola, as igrejas, os jornais e principalmente a TV reforçam a mensagem de que elas nada são e nada podem, que devem ficar quietinhas, pois o governo ou os céus vão cuidar de tudo e para isso basta que elas sejam boazinhas e obedientes. Elas não podem ler esse tipo de informação e ficar indiferentes, pois o conceito de sobrevivencialismo mostra o que eles são na verdade: Gado!
Como o gado elas dependem totalmente de outros para todos os aspectos de sua sobrevivência, dependem de outros para cultivar, colher, criar, matar, processar, embalar, transportar e muitas vezes até cozinhar seu alimento, dependem de outros para construir suas casas, para ter água potável, para construir, abastecer e consertar seus veículos, para ter segurança e quando algum problema acontece o máximo que conseguem fazer é gritar, chorar e espernear exigindo que alguém tome providências, que alguém os proteja, que alguém faça “justiça”, que alguém garanta seus “direitos”, pois são totalmente incapazes de qualquer coisa.
Viver assim é mais do que imprudência, é loucura.
Os sobrevivencialistas sabem que este tipo de mentalidade além de imbecil é fatal e por isso se esforçam para adquirir conhecimentos e habilidades que lhes permitam sobreviver às mais diversas adversidades. Há menos de um século a maioria das pessoas possuía habilidades de sobrevivência, plantavam sua comida, criavam e abatiam seus animais, pescavam, caçavam, conheciam algum tipo de remédio para males cotidianos, eram capazes de fazer partos, defendiam-se de animais ferozes ou agressores humanos, enfim, mesmo em grupos pequenos eram capazes de realizar a maioria das tarefas necessárias à sobrevivência de forma independente. Hoje, mesmo em localidades afastadas dos grandes centros urbanos, o número de pessoas capazes de realizar tais tarefas é mínimo. Tire-os da tomada e o mundo acaba.
Trazer de volta esta independência é uma das metas dos sobrevivencialistas. Ser independente não implica em rejeitar os avanços da tecnologia, ao contrário, devemos sempre usar todo o conhecimento existente para aumentar nosso conforto, nossa segurança e nosso grau de independência. Aqueles que pensam como os sobrevivencialistas estão presentes na formação de todas as sociedades, são aqueles que preservam a cultura e a civilização em meio ao caos, portanto não perca tempo, não seja mais uma vítima das circunstâncias, comece a agir agora, prepare-se!
Seja um Sobrevivencialista!

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

1 comentários:

Adilson Vargas Gomes disse...

Vcs tem que informar sobres cursos de sobrevivência
também !!!!!!!!!!!

Postar um comentário